Facebook Twitter Google +1     Admin

Validade de construto e consistência interna da escala de autoestima de Rosenberg para uma população de idosos brasileiros praticantes de atividades físicas

Construct validity and reliability in Rosenberg’s self-steem scale for Brazilian older adults who practice physical activities

S.T. Meurer, C.B. Luft, T.R. Benedetti, G.Z. Mazo

Motricidade 2012, vol. 8, n. 4, pp. 5-15

RESUMO

Objetivou-se investigar a validade de construto e a consistência interna da Escala de Autoestima de Rosenberg (RSES) (1965) para idosos brasileiros. Participaram 292 idosos (67.54; DP = 6.90 anos) praticantes de atividades físicas na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Para analisar a validade de construto, realizou-se a análise fatorial, descrita em duas etapas: a análise dos componentes principais e a análise dos pesos fatoriais. Após, procedeu-se à rotação oblíqua, por meio do método Oblimin. Para verificar a consistência interna da escala, utilizou-se o coeficiente alfa de Cronbach. Observou-se a existência de dois fatores, que, juntos, explicaram 51% da variância total dos resultados da escala. O primeiro desses fatores sozinho explicou 38% dessa variância e o segundo por apenas 13.4% da mesma. A análise fatorial sem rotação indicou que a escala pode ser considerada unidimensional. No entanto, após a rotação, verificou-se que os itens negativos constituem o primeiro fator e os positivos o segundo fator. O alfa de Cronbach verificado foi de 0.812, considerado bom. Observou-se que a RSES apresentou qualidades psicométricas aceitáveis para a pesquisa com idosos brasileiros praticantes de atividades físicas, desta forma, pode ser considerado um instrumento válido e confiável para ser utilizado com essa população.

ABSTRACT

The present research aimed at investigating the construct validity and reliability of the Rosenberg’s Selfesteem Scale (RSES) (1965) for Brazilian older adults. 292 elderly participants (67.54, DP = 6.90 years) who do physical activities in Florianopolis, Santa Catarina, Brazil. The analysis of the data was made in two steps: the analysis of the principal components and analysis of the factor loadings. To examine the construct validity we carried out the factor analysis described in two stages: principal component analysis and factor weights. After, we proceeded with the oblique rotation, using the method Oblimin. To check the reliability of the scale, we used the Cronbach’s alpha. It was observed that there were two factors that together accounted for 51% of the total variance of the results of the scale. The first of these factors solely explained for 38% of the variance, and the second by only 13.4% of the variance. The factor analysis without rotation indicated that the scale can be considered one-dimensional. However, after the rotation, it was found that the negatives are the first factor and the second positive factor. Cronbach’s alpha was established 0,812, considered good. It was observed that the RSES had acceptable psychometric qualities for research on Brazilian elderly who practice physical activities, thus can be considered a valid and reliable instrument for use with this population.

Simone Teresinha Meurer e Tânia Rosane Bertoldo Benedetti. Núcleo de Pesquisa em Cineantropometria e Desempenho Humano - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Caroline Di Bernardi Luft. Laboratório de Neurociência do Esporte e Exercício & Laboratório de Educação Cerebral – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Giovana Zarpellon Mazo. Laboratório de Gerontologia - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

 

 

10/01/2015 18:10 ucha #. sin tema

Comentarios » Ir a formulario

No hay comentarios

Añadir un comentario



No será mostrado.





La Bitácora del Dr. Ucha

Temas

Archivos

Enlaces


Blog creado con Blogia. Esta web utiliza cookies para adaptarse a tus preferencias y analítica web.
Blogia apoya a la Fundación Josep Carreras.

Contrato Coloriuris