Facebook Twitter Google +1     Admin

O efeito do auto-estabelecimento de metas na aquisição de uma habilidade motora

The effect of self-goal setting on the acquisition of a motor skill

Priscila Garcia Marques 1, Cynthia Walter 2, Go Tani 2, Umberto Cesar Corrêa 2*

ARTIGO ORIGINAL | ORIGINAL ARTICLE

RESUMO

O objetivo do estudo foi investigar o efeito das metas auto-estabelecidas na aprendizagem de uma habilidade motora. Participaram do estudo 60 alunos de graduação sem experiência na tarefa de subir a escada de Bachman. As fases do experimento foram: aquisição (10 × 10 blocos de tentativas) e transfe-rência (10 tentativas). Inicialmente, os participantes foram divididos aleatoriamente em dois grupos (n= 30): metas auto-estabelecidas e espelho. Posteriormente, um terceiro grupo foi estratificado do grupo espelho envolvendo aqueles participantes que, mesmo com meta definida externamente, estabe-leceram meta própria (n= 20). Na fase de aquisição foi aplicada o teste de Friedman para determinar as diferenças intragrupo. Para a fase de transferência, foi utilizado o teste Kruskal-Wallis para verificar diferenças intergrupos. Os resultados mostraram que para todos os grupos houve melhora de desem-penho durante a fase de aquisição. No teste de transferência, os grupos de auto-estabelecimento de metas foram melhores do que o grupo de meta induzida (espelho). Concluiu-se que quando o aprendiz estabelece suas próprias metas, o processo de aprendizagem motora torna-se mais efetivo.

Palavras-chave: estabelecimento de metas, aprendizagem autocontrolada, aprendizagem motora

ABSTRACT

The aim of the study was to investigate the self-goal setting on the motor skill learning. Sixty under-graduates with no experience in the Bachman ladder task were recruited for this research. The phases of the design were: acquisition (10 blocks × 10 trials) and transfer (10 trials). Participants were ran-domly assigned into two groups (n= 30): self-goal setting and yoked. From the yoked group a third group was stratified, which involved those participant that, even with a goal externally set, self-set their own goal (n= 20). In the acquisition phase a Friedman’s test was run in each experimental group to determine intragroup differences. In the transfer phase a Kruskal-Wallis test was carried out to check differences between groups. The results showed that for all groups there was increase in perfor-mance during acquisition phase. In the transfer test both self-goal setting groups were better than yoked group. It was concluded that when the learner sets his own goals, the process of motor learning became more effective.

Keywords: goal setting, self-controlled learning, motor learning

Artigo recebido a 14.10.2013; 1ª Revisão 07.02.2014; Aceite 16.03.2014

1 Departamento de Educação Física, Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Brasil

2 Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil

* Autor correspondente: School of Physical Education and Sport - University

 

Motricidade 2014, vol. 10, n. 4, pp. 56-63

13/12/2014 00:02 ucha #. sin tema

Comentarios » Ir a formulario

No hay comentarios

Añadir un comentario



No será mostrado.





La Bitácora del Dr. Ucha

Temas

Archivos

Enlaces


Blog creado con Blogia. Esta web utiliza cookies para adaptarse a tus preferencias y analítica web.
Blogia apoya a la Fundación Josep Carreras.

Contrato Coloriuris